BIOSSEGURANÇA NOS ESTABELECIMENTOS DE BELEZA EM GOIÂNIA E REGIÃO METROPOLITANA

Autor: Drª Antoniella Mendanha.
Categoria: Saúde Estética

As ações educativas em saúde precisam fazer parte de um processo onde as práticas de ensino-aprendizagem estejam voltadas para diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças. Dentro deste contexto o profissional da estética precisa trabalhar na perspectiva de promover a beleza, mas também estar apto a reconhecer os agentes contaminantes em seu ambiente de trabalho, como eles podem ser transmitidos, que doenças causas e como preveni-los.

Algumas doenças fúngicas e virais tem ampla importância para esses profissionais, pois podem ser transmitidas através de seus instrumentos de trabalho e são responsáveis por graves afecções da pele e seus anexos. Porém não só os riscos biológicos são preocupantes, mas também os físicos, químicos e ergonômicos.

Contudo, além dos riscos biológicos o que mais exerce preocupação sobre esses profissionais, é o químico, principalmente o risco de doenças relacionadas ao uso do formol. O impacto deste trabalho será proporcionar para os acadêmicos e profissionais da estética, o conhecimento de como as doenças infecciosas são transmitidas e como podem ser evitadas e também como o uso de agentes nocivos a saúde são usados de forma indiscriminada e devem ser banidos. A população também será beneficiada ao poder frequentar ambientes de beleza seguros e com profissionais qualificados.

2 Comentários

  1. Ana Carolina Teixeira

    Adorei esta publicação com o artigo científico de Biossegurança.

    Responder
  2. Narla

    Execelente!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias:

loading...

Faça parte do nosso canal do Youtube e tenha acesso a Conteúdos Exclusivos!